ARQUIVO.

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Chega de generalizações.

Sabe aquela velha frase "só no Brasil que lá, lá, lá, lá..."?
Não é verdade.

Ok. Algumas coisas talvez, já que esse post é sobre não generalizar também não vamos aos extremos. O fato é que essa frase me incomodava porque geralmente quem a solta não tem conhecimento/experiência para afirmar que algo similar não acontece em outro lugar. Por exemplo, imagine se os super mercados do Brasil resolvessem cobrar pela sacolinha de plástico, com certeza muita gente reclamaria dizendo que isso só acontece no Brasil. Pois não, na Argentina já é assim e na Espanha também. Ou seja, ninguém faz a festa colocando um produto em cada sacolinha ou revestindo todas as sacolas para levar mais para casa, porque cada uma delas é cobrada.

Quando eu morava em Ponta Grossa um amigo brincou dizendo que, lá, até os restaurantes fechavam na hora do almoço. Bem, na Espanha os restaurantes eu não sei, mas os mercados sim. Os espanhóis entendem como meio dia o período entre 12h e 15h mais ou menos e nesse período praticamente todo o comércio fecha.

Outra coisa que me chamou a atenção foi o panelaço, que acontecia pontualmente às 22h como protexto em prol do referendo da separação da Catalunha. Quando a elite do Brasil fez isso pelo impeachment da presidenta Dilma, o ato virou notícia e piada no exterior, então eu ainda não sei se os espanhóis copiaram os brasileiros, ou se isso já era comum por aqui.

Os motoristas da Espanha são mais educados, pois respeitam a faixa de segurança, dão prioridade para os pedestres e levam a sério o sistema do semáforo, mas é bem comum ver carros estacionados sobre parte das calçadas ou bloqueando totalmente a passagem dos pedestres, já que muitas ruas da cidade são bem estreitas. Ah, e eles buzinam em situações que o carro da frente não pode fazer nada além de esperar que o trânsito flua.

Os ônibus não tem catracas e nem cobradores, mas os passageiros são, geralmente, honestos e sempre passam o cartão pagando direitinho sua passagem. No entanto, eu já vi gente pulando a catraca da estação do metro e conheço pessoas que foram roubadas, aliás, eu ouvi no rádio o anúncio de uma empresa de alarmes para residências, ou seja, sim meu caro, aqui existem ladrões e até aqueles que invadem casas.

Enfim, nós temos problemas e muitas coisas que falham em nosso país, mas pare de dizer que tudo o que é ruim ou que você desaprova, que só acontece no Brasil.

Nenhum comentário: