ARQUIVO.

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Titanic - 20 anos do filme.

Titanic foi um navio de passageiros, britânico, que começou a ser construído em março de 1909 e lançado ao mar em maio de 1911.
Partiu em viagem para Nova Iorque em 10 de abril de 1912, em sua rota estava França e Irlanda.
As 23h40 do dia 14 de abril, Titanic colidiu com um iceberg e afundou com mais de 1500 pessoas.
Em 2017 completou 20 anos do último filme que retratou o acidente.

Sobre o navio.
O Titanic foi pensado para ser o navio mais luxuoso e mais seguro de sua época, supostamente chamado de inafundável. Mas o navio começou a inclinar em apenas 5 minutos após a colisão e levou cerca de 3 horas para ir ao fundo do mar. Estima-se que a água invadia o casco 15 vezes mais rápido do que as bombas conseguiam tirá-la.
Seu naufrágio destacou vários pontos fracos, desde o projeto até procedimentos emergenciais que levou a mudanças nas leis internacionais de navegação. Mas uma das coisas que não aprendemos até hoje é que quanto maior o navio, isso vale para edifícios também, maior é a dificuldade de evacuação em casos de acidentes.
Os destroços do Titanic foram procurados por décadas até serem encontrados em 1985. Ele se encontra a 3.843 m de profundidade e a 650 km ao sudeste de Terra Nova no Canadá.

Filme de James Cameron.
Em 1996 James Cameron começou a rodar o longa que conta a trágica história do navio e tem como personagens principais os atores Lonardo DiCaprio e Kate Winslet.
Cameron filmou os verdadeiros destroços do Titanic e as imagens foram usadas no filme. Uma réplica foi construída no México. Miniaturas e computação gráfica também foram usadas para recriar o naufrágio. O orçamento foi de aproximadamente 200 milhões de dólares e arrecadou 2,1 bilhões de dólares.
O filme foi relançado nos cinemas em 4 de abril de 2012, após uma conversão 3D em homenagem aos 100 anos da viagem inaugural do RMS Titanic.

Outros filmes de James Cameron.
James Cameron trabalhou em outros filmes além de Titanic, entre eles estão Exterminador do Futuro, Rambo II, a série Aliens e depois de Titanic, Avatar que teve um orçamento e arrecadação maior ainda.

Outros filmes sobre o Titanic.
Alguns filmes fazem menção a Titanic, abordando de forma sutil o acidente, mas outros 3 longas já tinham retratado a trágica viagem antes de James Cameron.

Bastidores do Titanic.
Rose Devitt Bukater que inspirou a personagem principal do filme viveu 101 anos, ela faleceu em 1996.
O lançamento do filme estava previsto para 2 de julho de 1997, porém, atrasos na pós-produção adiaram seu lançamento para 19 de dezembro. Alguns atores pensaram em desistir do filme pelo excesso de tempo em condições salubres para as gravações.
Para a gravação foi construído um tanque de água no México e o custo do filme ficou mais caro do que o próprio Titanic. A réplica do filme era 10% menor do que o navio original. Alguns artefatos originais do navio foram usados na gravação.

Os mais pessimistas apostavam em um grande fracasso, mas o filme foi indicado a 14 Oscars e levou 11, mesmo assim não conquistou uma aclamação universal, pois chegou a ser considerado o pior filme de todos os tempos numa votação popular.

Titanic - 20 anos.

Uma das maiores bilheterias do cinema.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

10 anos.

E lá se vão 10 anos desde o primeiro post deste bloguinho.

No dia 24 de dezembro de 2007 eu resolvi colocar na rede o meu primeiro blogue, este, para exercitar a minha capacidade crítica, já que eu havia cursado Filosofia e nunca tinha atuado na área. Então, postar regularmente seria uma forma de manter ativo o conhecimento e as habilidades adquiridas pelo curso.

Ao longo destes 10 anos o formato do blogue mudou algumas vezes e a partir dele outros vieram, mas em 2017 eu resolvi parar com as postagens dos outros e focar apenas neste. A razão é o canal no youtube que eu havia criado em 2009 e resolvi ativá-lo em 2015, o Leonel Onlive TV.

Obrigado por você que eventualmente passa por aqui, ou que acompanha regularmente as minhas postagens.

Convido-te também para acessar as minhas outras redes sociais, como a minha Fan page no Facebook, o meu perfil do Instagram, e é claro, o meu canal no Youtube.

E que venham outros 10.

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Mariane Dombrova.

Mariane Dombrova nasceu no dia 7 de setembro de 1972, em São Paulo.
Foi uma das grandes apresentadoras infantis dos anos 80 e 90. Estreou na tv com, então, 16 anos e era uma das poucas que realmente cantava. Aliás, o seu sonho era ser cantora e o cargo de apresentadora foi acidental, ao contrário de outras apresentadoras que se tornaram cantoras, como Xuxa e Angélica.

Vamos ver agora 5 coisas sobre Mariane.

5 – Carreira artística.
Seu pai foi o seu maior incentivador de sua carreira, ele conseguiu com que ela abrisse vários shows da Xuxa, e foi ele também, que a levou para o SBT. Vitor Dombrova é artista plástico e através de seu trabalho conheceu a família da esposa de Silvio Santos, seu material chegou nas mãos do homem do baú e Mariane foi convidada para participar dos testes para ocupar a vaga de Simony no programa matinal.

4 – Programas infantis.
Mariane estreou como apresentadora no dia 15 de maio de 1989, no programa Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si, no SBT. Ela dividia as manhãs com Simony e Bozo.
Em maio de 1990, ela ganhou um programa com o seu nome, Mariane, também, no SBT, que ocupou o lugar do Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si. O programa ficou no ar até 7 de setembro de 1991.
Em 21 de fevereiro de 1994, ela estreou como apresentadora do programa Tudo Por Brinquedo, na CNT, que havia estreado no ano anterior sob o comando de Sergio Mallandro. Apesar de a emissora também ter completado apenas um ano de transmissão, o programa da Mariane deixou para trás outras redes mais antigas, como a Rede Manchete, Band e Record. Perdia apenas para as novelas da Globo e para o programa jornalístico Aqui Agora do SBT. O programa era gravado em Curitiba, ia ao ar das 18h às 20h15 e durou até julho de 1995. Em entrevista ela disse que esse foi o melhor programa que apresentou.
Em agosto de 1995, Mariane assinou com a Rede Record e estreou o Tarde Criança, programa vespertino que durou até o dia 29 de março de 1996. Saiu do ar pela falta de verba da emissora.

3 – Discos.
O primeiro disco foi independente, antes de se tornar apresentadora de tv. Ela gravou como presente de seu pai, aos 15 anos de idade. Uma das músicas do álbum é O Caderninho que foi gravada por Karen no primeiro cd das Paquitas Nova Geração.
O segundo disco foi lançado no período que esteve no SBT, intitulado Ciranda, teve duas músicas que entraram para a trilha sonora da novela, mexicana, Carrossel. Ciranda e Nem Tudo Que Reluz é Ouro.
O terceiro álbum foi lançado ainda no período que esteve no SBT, Mariane. nesse disco ela regravou a música Uni Duni Tê do Trem da Alegria e Galinha Magricela do BalãoMágico.
O quarto álbum foi lançado no período que esteve na CNT. Tiveram destaques as músicas Telefone, Sim e Chinguiringuirim.
O quinto álbum foi lançado quando assinou com a Record. Tiveram destaque as músicas Pertinho de você – que deu nome ao álbum e já foi gravada pela atriz Elizangêla quando se arriscou como cantora, Carrossel de Esperança – tema de abertura do programa, Superfantástico – regravação do grupo Balão Mágico e Rita Rap – vilã dos Power Rangers.
O sexto álbum foi lançado em 1999, ela mudou o seu estilo. Foi uma produção independente intitulado Eu Sou Rodeio Sou Paixão.
O sétimo álbum lançado em 2004 foi na mesma linha do anterior, country.

4 – Outros trabalhos.
Depois que Mariane saiu da Record, ela regressou à CNT e fez vários outros trabalhos. Retornou ao SBT, onde permaneceu por mais um ano, cobrindo a licença maternidade de uma cantora do programa do Silvio, em 2010.

5 – Estreia e demissão do SBT.
Mariane começou como apresentadora substituindo a Simony no programa Dó Ré Mi Fá Sol Lá Simony e acabou sendo efetivada. Simony ganhou outro programa às 7h da manhã chamado Show da Simony.
Vale lembrar que no programa A Nave da Fantasia, na Rede Manchete, aconteceu algo similar com a Simony, ela foi trocada por Angélica na apresentação do programa.
Mariane ganhou um programa com o seu nome e apesar do sucesso que, aliás, em algumas ocasiões ficou a frente do Xou da Xuxa com uma diferença de 2 pontos no IBOPE, ela foi dispensada da emissora no dia do seu aniversário porque cortou o cabelo sem ter pedido permissão.



5 coisas sobre Mariane Dombrova.

Uma das apresentadoras mais carismáticas do universo infantil da nossa tv.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Bitcoin - Não seja tão reticente.

Sabe aquelas pessoas que demoram para ceder a moda?
Sou eu!

Certamente você já ouviu falar de Bitcoin, certo?
Se não, meu caro, atualize-se e ponha os pés no chão, pois você deve estar vivendo em um outro mundo que não é a Terra. Bitcoin é uma das várias moedas criptográficas, entenda virtuais, que existem por aí. Mas essa é como o Dólar no mundo virtual, ou seja, a referência para troca.

Eu demorei para aderir ao Facebook porque tinha muita gente migrando do Orkut e eu não queria seguir o fluxo, como muitas vezes costumo fazer. Tenho uma certa resistência em me enquadrar no fenômeno manada, aquela coisa que muita gente faz sem saber o por quê. E talvez por isso eu tenha ignorado o Bitcoin, apesar dos apelos de pessoas próximas em relação as vantagens dessa moeda.

Aderi.

A imagem acima é do dia 14 de dezembro de 2017, às 16h, a moeda estava valendo aquilo mesmo, 16.826 mil dólares. Há 13 dias valia 11 mil dólares, quando um amigo me ensinou a usar a carteira e comprar o Bitcoin. A partir de então, eu fiquei me divertindo vendo o quanto os R$50,00 que ele me presentou se multiplicava dia a dia. Depois disso fizemos mais uma transação, eu estava com R$79,00 e recebi dele mais R$20,00, ficando, portanto, com R$99,00. Ou seja, em menos de 2 semanas eu consegui lucrar R$30,00.

Sem lamentações, mas imagine o quanto rendeu o dinheiro de quem investiu logo no começo dessa brincadeira. A primeira transação do Bitcoin aconteceu em 22 de maio de 2010 quando Laszlo Hanyecz pagou 10 mil Bitcoins por duas pizzas, que na época era equivalente a 41 Dólares. Se Sturdvant, que aceitou a transação, guardou o valor em Bitcoin, hoje ele é um cara milionário.

Eu quero com isso, deixar um conselho. Não seja tão relutante às novidades tecnológicas e não perca as oportunidades que o mundo lhe oferece. Estamos em uma boa fase para sermos independentes e temos muitas ferramentas a nosso favor, portanto, se você tem capacidade de explorá-las, aproveite, pois o mundo que conhecemos está ficando obsoleto e lembre-se: "Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças" - Leon Meggginson.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Paquitos.

Os Paquitos foram a versão masculina das ajudantes da Xuxa, as Paquitas. Os garotos ficaram mais caracterizados como uma boy band.
O grupo se desfez quando o Xou da Xuxa chegou ao fim.

A história das Paquitas começou no Clube da Criança na Rede Manchete, quando Xuxa, que então era modelo, recebeu o convite para comandar o infantil. Ela sentiu necessidade de uma assistente e a Andreia Veiga que já integrava o elenco da emissora, passou a auxiliá-la após um teste.

O apelido de Paquita aconteceu porque no Clube da Criança tinha um personagem chamado Paquito, era um papagaio, do qual Andreia fazia papel de namorada. Depois de Andreia entrou a Luiza Morgado, a Paquita 2, mas as meninas só ganharam destaque e vida própria no Xou da Xuxa, na Rede Globo, o número de meninas foi aumentando e devido o sucesso que elas faziam, a Marlene, diretora do Xou da Xuxa e a Xuxa, que não eram bobas nem nada, resolveram criar o grupo dos Paquitos.

Vários garotos fizeram o teste para integrar o grupo. O primeiro foi o Robson (Rob) e depois, Claudio, Marcelo e Alexandre (Xandi). O quinto integrante, Egon Junior, foi apelidado por Xuxa de Gigio. O grupo foi lançado no final do ano de 1989 e no ano seguinte, Robson deixou o quinteto, então, no começo de 1991 entrou Yuri Martins em seu lugar.

Assim como as meninas, eles tinham as suas fardinhas, mas a roupa que mais usavam era um smoking. Os garotos atuaram no Xou da Xuxa até o final de 1991. Em 1992 o Sérgio Mallandro estreou o programa Show do Mallandro pelas manhãs, que passava antes do Xou da Xuxa, foi quando Marcelo, Claudio e Gigio passaram a fazer parte do seu programa. Com o fim do Xou da Xuxa, o Show do Mallandro também saiu do ar e o grupo foi desfeito.

Os Paquitos gravaram apenas 1 álbum e participaram bastante dos programas de tv, como o Milk Shake com a Angélica na Manchete e em vários do SBT, como o Viva a Noite, Show Maravilha, Show da Simony e Passa ou Repassa. Aliás, eles participaram do Passa ou Repassa mais de uma vez, disputaram a gincana com as Paquitas e com os Angélicos. Em 2016 os Marotos (assistentes de palco do ShowMaravilha) fizeram uma reunião e revelaram que todos os garotos, Marotos, Angélicos e Paquitos, eram grandes amigos e costumam sair juntos e jogar bola.

Pelo menos 5 das 10 músicas do disco foram trabalhadas: Muito Prazer, A Nova Onda, Vem Dançar Rumba, PaquiDance e Como Eu Te Amei.
Ou seja, o disco foi bem explorado.
A música Nova Onda entrou para a trilha sonora do filme Sonho de Verão.

Os Paquitos participaram do filme Lua de Cristal e Sonho de Verão.
O filme Sonho de Verão foi idealizado pelo diretor Paulo Sergio de Almeida. A ideia era basicamente mostrar as Paquitas de biquíni. A história foi inventada para isso, havia um roteiro, mas foi reescrito/adaptado no decorrer das gravações de acordo com a disponibilidade das meninas e dos Paquitos que passaram boa parte do longa em roupas sumárias, aliás, teve até Paquito pelado.

Curiosidades.
Antes de ser Paquito, Robson já tinha trabalhado para a Xuxa. Seu pai tinha uma empresa de som que fez alguns shows da apresentadora. Ele fez o teste para Paquito a convite de Marlene Matos.

Com um grande talento para música, na época dos Paquitos Marcelo fazia poucos solos e revelou em uma entrevista que o grupo acabou por causa do Alexandre, que era o vocalista do quinteto.

Gigio foi namorado de Nani Venâncio. Ou casado, conforme ela diz.
Nani foi a protagonista da abertura da novela Pantanal da Rede Manchete. Na vinheta ela apareceu em nu frontal e disse que foi enganada pela produção, que lhe havia dito que só a mostraria de lateral. A vinheta foi premiada como a melhor abertura de novela do mundo. E resultou no fim do relacionamento dos dois.

O programa Planeta Xuxa estreou em 1997 e lançou os Papaquitos. Observe que tem um “Pa” a mais. Os rapazes usavam um traje provocante e nada tinham a ver com os Paquitos da época do Xou, mas já foram confundidos muitas vezes. Gustavo Salyer e Theo Becker são os mais famosos.

Por onde anda?
Alexandre Canhoni.
Era o vocalista do grupo. Após sair do grupo, ele chegou a gravar um CD, “Xande, vem dançar”. Também participou ao lado de Ana Paula Arósio na peça “Um passeio no cometa”. Em 1997, após um tempo tentando se manter na carreira artística, sem sucesso, tornou-se evangélico e radicalizou: queimou em praça pública tudo o que havia conquistado na época de Paquito.

Cláudio Heinrich.
Tentou a carreira de cantor e chegou a gravar um cd, mas se saiu melhor como ator. Estreou em Malhação como o personagem Dado, um professor de judô e atuou em 3 temporadas. Entre as suas novelas, estão Uga Uga, de 2000, como o índio branco Tatuapu e na trilogia Os Mutantes na Record. Cláudio também participou de filmes infantis e apresentou o programa Globo Ecologia durante seis anos, além de apresentar um quadro do programa Xuxa No Mundo da Imaginação.

Egon Júnior.
Ganhou de Xuxa o apelido de Gigio, e era conhecido como o mais inteligente do grupo. Ao deixar a função de paquito participou da novela Despedida de Solteiro, mas fez faculdade de marketing e se tornou gerente de contas de uma multinacional. Em 1998 ele apareceu de surpresa no Planeta Xuxa.

Marcelo Faustini.
Era o mais tímido do grupo. Ao sair do Xou da Xuxa decidiu virar ator e investir mais na carreira de cantor. Fez Oficina de atores Globo, faculdade de cinema e participou de Malhação. Após a morte da mãe, Aparecida, em 2005, ele decidiu ir morar em Boston, nos EUA. Lá se dedicou à carreira de cantor, quando voltou para o Brasil, fez o espetáculo "Tributo a Elvis", em São Paulo. Fez algumas participações em programas da Xuxa e tocou para ela no especial de 10 anos da apresentadora na Globo.

Robson Barros.
Foi o primeiro a entrar e também a sair do grupo. Como já namorava havia oito anos, ele resolveu deixar o grupo para casar e trabalhar com o pai, o produtor musical de Roberto Carlos, Geraldo Barros. O casamento só durou dois anos. Os negócios, porém, foram prósperos. Ele montou a agência de produção de eventos em São Paulo. Em 2016 ele participou com o Marcelo do programa Tudo Pela Audiência no MultiShow.

Yuri Martins.
No Início de 1991, foi escolhido como a novo Paquito no programa da Xuxa, através de inscrições abertas, substituiu Robson Barros e se destacava por dançar parecido com o cantor Beto Barbosa. Ele conversou com a equipe do Domingo Espetacular na Record, em uma matéria sobre os Paquitos.

Paquitos.

A história dos soldadinhos da Xuxa.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

A sensualidade do Brasil.

Passeando por algumas cidades da Europa eu entendi a fama de sensualidade dos brasileiros, mas encontrei controvérsias.

Desembarquei em Madrid na segunda quinzena de agosto (2017) e passei boa parte dos 3 meses seguintes em Barcelona, era o final do verão e as pessoas ainda ostentavam corpos bronzeados com boa parte dele exposta ao sol.

Não pude deixar de observar os shortinhos curtos dos homens, bem mais curtos do que  os modelos que costumamos usar no Brasil, assim como não pude ignorar os trajes curtos e/ou esvoaçantes das mulheres, como também a naturalidade que todos tinham de andar sem se preocupar com assédios. Não percebi nem um.

Talvez essa naturalidade seja similar a das pessoas que passeiam pelas ruas das cidades litorâneas do Brasil, aliás, eu mesmo fiz o percurso de onde estava hospedado até a praia só de sunga por algumas vezes nas praias que frequentei em nosso país. Mas tomar sol no Brasil é um ato que se limita a beira das piscinas, rios ou praias, enquanto que na Europa as pessoas se despem também no gramado dos parques que ficam dentro da cidade. Nós temos a fama de ser um povo sensual, mas somos mais inibidos e cheios de pudores, enquanto que os europeus agem com mais naturalidade ao se despirem para vestir a roupa de banho na areia mesmo, diante de todos os banhistas lá presentes e não tem pudor algum com o que usar, ou até em não usar nada. E é aí que está a questão.

Para os brasileiros o banho de sol é um ritual que começa dias antes da hora programada para se esticar em uma toalha ou cadeira. Vai desde o agendamento do dia tão esperado a escolha da roupa de banho. Escolhemos a cor, o tamanho, o modelo, o caimento da sunga ou do biquini, enquanto que os europeus usam o que pegarem primeiro na gaveta.

Sim, eu vi mulheres com peças diferentes e vi também pessoas com peças não adequadas se estivessem no Brasil, como mulheres de calcinha e sutiã e homens de cuecas. Aliás, elas não tem muito que se preocupar com a combinação das peças porque geralmente vão usar só a parte de baixo mesmo. E eles, sei lá, talvez porque nós homens já somos tão expostos que não faz diferença que alguém veja o pênis na hora de se trocar na areia, ou de usar uma tanga que só cobre a genitália e ainda assim não dispensar uma partidinha de vôlei.

E a sensualidade é essa coisa, de oferecer, mas não dar, de provocar, mas não mostrar. É bonito, mas sinceramente, eu prefiro a naturalidade porque com ela aprendemos a agir de forma mais amena e tênue em relação a certos fatos. Haja visto o episódio do ator nu no MAN.

Ops, eu disse que não falaria mais nisso.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

A última moda em Paris.

Quem é que nunca ouviu a frase "esta é a última moda em Paris", mesmo que tenha sido de brincadeira? Aliás, eu não sei se alguém diz isso de verdade.

A questão é que ao passear pela capital da França, o que percebi é que os franceses não parecem ter a intenção de acompanhar alguma moda.

Cheguei em um dia frio de outono, e a temperatura se manteve em torno dos 8 graus em todos os dias que estive lá. Além das blusas, cachecol e luvas, usei um protetor para as orelhas e me senti elegante, como a maioria das pessoas que gostam de frio no Brasil se sentem no inverno. Notei que a maioria das pessoas faziam jus a esta fama, de se vestirem com elegância, embora isso seja mais uma questão comportamental do que de vestimenta, mas percebi também que eles, os parisiences, são despreocupados com as vestimentas.

Tudo bem, as blusas que a maioria da população usa nas ruas para caminhar e andar de transporte público são como as que usamos em ocasiões especiais no Brasil, mas mesmo para irmos à padaria, tomamos cuidado para que nossos trajes estejam impecáveis e o que vi nas ruas de Paris foi um festival de casacos bonitos cheios de pelos e fios brancos, além de lenços com fio puxado e sapatos roídos e até quebrados pelo uso. Pensei: bem que podia dar uma escovadinha nessa blusa antes de sair de casa, não?!

Isso não é exagero.

Eu vi pessoas em trajes lindíssimos que pareciam ter saído de um filme e fiquei na dúvida se eram nativas, artistas, ou turistas caracterizados segundo suas fantasias relacionadas a cidade luz. Mas vi muita gente com um certo desleixo em seu modo de se vestir e isso não é negativo, pelo contrário, eu gostei do que percebi. Foi mais um paradigma quebrado, aquele construído pelos chavões de filmes da Sessão da Tarde, de telenovelas e de revistas de fofoca.

A última moda em Paris tem tanta força quanto a última moda de Milão, ou de São Paulo. Ou seja, nem uma e toda. Nem uma para quem não acompanha, e toda para que vive em função dela.

Particularmente eu prefiro pessoas que tem estilo e o estilo está fora da instabilidade da moda.

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Rainha da plástica.

Beleza não se põe na mesa, certo?
Então por que a aparência física importa tanto na carreira artística?
Aliás, sabemos que não é só na carreira artística, mas as famosas fazem as transformações mais evidentes.
Veja no vídeo abaixo quem e o que fez em seu corpo.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Algumas constatações evolutivas que você já deve ter vivido mas não se conscientizado ainda

1 - O outro não existe para te agradar.

2 - Ninguém é culpado pelo que você está sentindo. É você que opta pelos sentimentos que tens neste momento.

3 - A arte de viver sem expectativas e, sim, com perspectiva é a chave para não se frustrar.

4 - Cure em você o vício da necessidade de aprovação do outro. Só assim, poderá desfrutar da ousadia e confiança natural ao seu espírito.

5 - Você não tem controle de nada, por mais que acredite que tenha. Lembre-se, daqui a pouco a Terra irá reivindicar o seu corpo e deixarás esse planeta para ingressar numa nova fase de existência. Abra mão do controle, só assim terá domínio sobre si mesmo e sobre sua vida. Controle é um reflexo do medo, domínio é um reflexo do estado de ausência absoluta de tensão interna.

6 - Não se deforme ou se descaracterize para tentar "caber" no espaço apertado do pensamento que o outro tem em relação a você. Isso não vai dar certo. Quando você se deforma para agradar alguém, sua luz se apaga e é apenas você que fica no escuro se sentindo perdido.

7 - Não acredite no que os outros dizem para você, por mais romântico e poético que possa ser. O que importa são as atitudes e não as palavras.

8 - Abandone o orgulho e o delírio de acreditar que tudo vai ser como você quer.

9 - Tudo é passageiro. De perto a vida é uma tragédia, de longe é uma comédia. Daqui a pouco você vai rir de todos os dramas que criou. Pois tudo passa.

10 - Você é responsável por tudo que está acontecendo em sua vida. Seus pensamentos e sentimentos predominantes irão formatar a sua realidade; quer você queira, quer não. Portanto, se quiser mudar a sua realidade, mude seus pensamentos e sentimentos.

11 - Carência emocional não é a necessidade de receber e, sim, de se dar. Só você poderá suprir suas necessidades emocionais. Projetá-las em alguém é o mesmo que pedir para que alguém se alimente para saciar a sua fome.

12 - Viva com simplicidade e com mais realidade. Só assim, quem você realmente é, vai surgir de verdade. Ria mais e não leve tudo tão a sério. Afinal de contas, a essência da vida é se descobrir e desfrutar dessa maravilhosa aventura chamada evolução.

Autoria: Horácio Frazão.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Começaram fazendo uma coisa e fizeram sucesso em outra.

Neste vídeo você verá em que alguns artistas investiram para fazer sucesso em suas carreiras. Na lista tem Rodrigo Faro, Adriane Galisteu e a Globeleza Valéria Valensa, entre outros.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

O que levo da Espanha.

E lá se foram 3 meses desde que desembarquei em Madrid, a capital da Espanha.

Viajar sempre é uma grande experiência e contribui para prolongar a percepção do tempo, renova a alma e com certeza faz muito bem ao cérebro, pois nos tira da zona de conforto e exige mais dos neurônios para buscarmos comida e procurarmos um abrigo seguro. Acredito que tenha ganhado alguns anos a mais de vida, pois essa experiência fora do Brasil foi como ter renascido. Afinal, tive que aprender uma nova língua e buscar pontos de referências todos os dias para não me perder na cidade, e ainda me sinto como uma criança balbuciando as primeiras palavras.

Coincidiu com minhas primeiras semanas em Barcelona a polêmica do artista nu, no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Fiquei chocado com a reação das pessoas e o quanto a grande maioria é suscetível às críticas daqueles que ocupam um posto de destaque, seja na política, ou em outro meio que lhe dê visibilidade. O que mais me chamou a atenção nesse fato é o quanto as pessoas, que criticaram negativamente a performance do ator, tem problemas com a sua sexualidade.

Parto da naturalidade com que um héterossexual se comporta diante da homossexualidade se ele é convicto da sua inclinação sexual. Sempre ouvi que as pessoas que se sentem incomodadas, ou que desaprovam, um tipo de relacionamento distinto do seu é porque se sentem inseguras dentro do modelo que se encontram, como se o diferente fosse um risco e que a qualquer momento isso pudesse lhe afetar, então, nega e despreza veementemente a outra forma de amar. Em outras palavras, é coisa de gente mal resolvida, é como se eu ficasse incomodado pela felicidade do meu colega em seu trabalho porque a profissão que eu me propuz a exercer não me completasse, e isso não tem a ver com salário ou status, é falta de identificação mesmo.

Muitas pessoas justificaram seus ataques ao artista dizendo que o problema não era ele estar nu, mas a presença de uma criança no ambiente. Ou melhor, de uma criança tê-lo tocado.

Quando cursei Filosofia, surgiu um questionamento na matéria de Psicologia de como os pais devem se comportar diante dos filhos em relação a nudez. Segundo a professora, se os adultos não tem vergonha do seu corpo e agem naturalmente quando estão despidos, a reação da criança será tão natural quanto. No entanto, se a criança perceber algum desconforto (timidez, vergonha, ou algo que o adulto queira esconder), ela notará que aquela é uma situação incomum e todos nós sabemos o quanto o proibido é atrativo.

Eu tive vontade de gravar inúmeras cenas de famílias que agiam naturalmente nas praias de Barcelona para publicar nas redes sociais e dizer, olha, vocês estão apredrejando um artista que estava em um local fechado e com indicações de que sua performance era para gente grande, mas aqui na Espanha os adultos ficam nus na praia para se trocar. Vi pai se desnudar na frente da filha, mãe se desnudar na frente do filho. E ainda, um homem nu a brincar de jogar disco com uma mulher, possivelmente sua esposa que estava vestida, diante de outra mulher que podia ser sua mãe ou sogra, também vestida, e o mesmo homem pegou no colo uma criança que não tinha mais do que 4 anos para consolá-la quando ela chorava.

E ainda, a praia Mar Bella, de naturistmo, tem um acesso super fácil, fica às margens de uma via por onde passa muita gente de todas as idades e famílias passeiam pela areia com seus filhos sem se importar com os que estão tomando sol nus, como se o evento do dia fosse levar os filhos para ver gente pelada.

As crianças não tem atração sexual por adultos. Os filhos que tomam banho com os pais não se tornam adultos depravados... Logo, os ataques ao artista do MAM não foram foram por causa da criança, foram por causa do artista. Ou melhor, não foram por causa do artista, foram por causa da incapacidade, da falta de coragem, que cada um tem em ficar nu diante de outras pessoas, ou até quando está sozinho.

Da mesma forma que os pais que levam seus filhos nas praias da Espanha sabem o que eles verão nas areias, quem melhor do que a mãe da criança que estava no museu para julgar se deveria ou não ter deixado a menina tocar NO TORNOZELO do artista?

Sejamos menos juizes da vida alheia e cuidemos mais da nossa própria.

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Playboy.

Hugh Hefner, o fundador da revista Playboy, faleceu no dia 27 de outubro de 2017, aos 91 anos.
Veja abaixo um pouco da história dessa revista no Brasil e qual é a ligação de Luciano Huck com a Playboy.