ARQUIVO.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Algumas constatações evolutivas que você já deve ter vivido mas não se conscientizado ainda

1 - O outro não existe para te agradar.

2 - Ninguém é culpado pelo que você está sentindo. É você que opta pelos sentimentos que tens neste momento.

3 - A arte de viver sem expectativas e, sim, com perspectiva é a chave para não se frustrar.

4 - Cure em você o vício da necessidade de aprovação do outro. Só assim, poderá desfrutar da ousadia e confiança natural ao seu espírito.

5 - Você não tem controle de nada, por mais que acredite que tenha. Lembre-se, daqui a pouco a Terra irá reivindicar o seu corpo e deixarás esse planeta para ingressar numa nova fase de existência. Abra mão do controle, só assim terá domínio sobre si mesmo e sobre sua vida. Controle é um reflexo do medo, domínio é um reflexo do estado de ausência absoluta de tensão interna.

6 - Não se deforme ou se descaracterize para tentar "caber" no espaço apertado do pensamento que o outro tem em relação a você. Isso não vai dar certo. Quando você se deforma para agradar alguém, sua luz se apaga e é apenas você que fica no escuro se sentindo perdido.

7 - Não acredite no que os outros dizem para você, por mais romântico e poético que possa ser. O que importa são as atitudes e não as palavras.

8 - Abandone o orgulho e o delírio de acreditar que tudo vai ser como você quer.

9 - Tudo é passageiro. De perto a vida é uma tragédia, de longe é uma comédia. Daqui a pouco você vai rir de todos os dramas que criou. Pois tudo passa.

10 - Você é responsável por tudo que está acontecendo em sua vida. Seus pensamentos e sentimentos predominantes irão formatar a sua realidade; quer você queira, quer não. Portanto, se quiser mudar a sua realidade, mude seus pensamentos e sentimentos.

11 - Carência emocional não é a necessidade de receber e, sim, de se dar. Só você poderá suprir suas necessidades emocionais. Projetá-las em alguém é o mesmo que pedir para que alguém se alimente para saciar a sua fome.

12 - Viva com simplicidade e com mais realidade. Só assim, quem você realmente é, vai surgir de verdade. Ria mais e não leve tudo tão a sério. Afinal de contas, a essência da vida é se descobrir e desfrutar dessa maravilhosa aventura chamada evolução.

Autoria: Horácio Frazão.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Começaram fazendo uma coisa e fizeram sucesso em outra.

Neste vídeo você verá em que alguns artistas investiram para fazer sucesso em suas carreiras. Na lista tem Rodrigo Faro, Adriane Galisteu e a Globeleza Valéria Valensa, entre outros.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

O que levo da Espanha.

E lá se foram 3 meses desde que desembarquei em Madrid, a capital da Espanha.

Viajar sempre é uma grande experiência e contribui para prolongar a percepção do tempo, renova a alma e com certeza faz muito bem ao cérebro, pois nos tira da zona de conforto e exige mais dos neurônios para buscarmos comida e procurarmos um abrigo seguro. Acredito que tenha ganhado alguns anos a mais de vida, pois essa experiência fora do Brasil foi como ter renascido. Afinal, tive que aprender uma nova língua e buscar pontos de referências todos os dias para não me perder na cidade, e ainda me sinto como uma criança balbuciando as primeiras palavras.

Coincidiu com minhas primeiras semanas em Barcelona a polêmica do artista nu, no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Fiquei chocado com a reação das pessoas e o quanto a grande maioria é suscetível às críticas daqueles que ocupam um posto de destaque, seja na política, ou em outro meio que lhe dê visibilidade. O que mais me chamou a atenção nesse fato é o quanto as pessoas, que criticaram negativamente a performance do ator, tem problemas com a sua sexualidade.

Parto da naturalidade com que um héterossexual se comporta diante da homossexualidade se ele é convicto da sua inclinação sexual. Sempre ouvi que as pessoas que se sentem incomodadas, ou que desaprovam, um tipo de relacionamento distinto do seu é porque se sentem inseguras dentro do modelo que se encontram, como se o diferente fosse um risco e que a qualquer momento isso pudesse lhe afetar, então, nega e despreza veementemente a outra forma de amar. Em outras palavras, é coisa de gente mal resolvida, é como se eu ficasse incomodado pela felicidade do meu colega em seu trabalho porque a profissão que eu me propuz a exercer não me completasse, e isso não tem a ver com salário ou status, é falta de identificação mesmo.

Muitas pessoas justificaram seus ataques ao artista dizendo que o problema não era ele estar nu, mas a presença de uma criança no ambiente. Ou melhor, de uma criança tê-lo tocado.

Quando cursei Filosofia, surgiu um questionamento na matéria de Psicologia de como os pais devem se comportar diante dos filhos em relação a nudez. Segundo a professora, se os adultos não tem vergonha do seu corpo e agem naturalmente quando estão despidos, a reação da criança será tão natural quanto. No entanto, se a criança perceber algum desconforto (timidez, vergonha, ou algo que o adulto queira esconder), ela notará que aquela é uma situação incomum e todos nós sabemos o quanto o proibido é atrativo.

Eu tive vontade de gravar inúmeras cenas de famílias que agiam naturalmente nas praias de Barcelona para publicar nas redes sociais e dizer, olha, vocês estão apredrejando um artista que estava em um local fechado e com indicações de que sua performance era para gente grande, mas aqui na Espanha os adultos ficam nus na praia para se trocar. Vi pai se desnudar na frente da filha, mãe se desnudar na frente do filho. E ainda, um homem nu a brincar de jogar disco com uma mulher, possivelmente sua esposa que estava vestida, diante de outra mulher que podia ser sua mãe ou sogra, também vestida, e o mesmo homem pegou no colo uma criança que não tinha mais do que 4 anos para consolá-la quando ela chorava.

E ainda, a praia Mar Bella, de naturistmo, tem um acesso super fácil, fica às margens de uma via por onde passa muita gente de todas as idades e famílias passeiam pela areia com seus filhos sem se importar com os que estão tomando sol nus, como se o evento do dia fosse levar os filhos para ver gente pelada.

As crianças não tem atração sexual por adultos. Os filhos que tomam banho com os pais não se tornam adultos depravados... Logo, os ataques ao artista do MAM não foram foram por causa da criança, foram por causa do artista. Ou melhor, não foram por causa do artista, foram por causa da incapacidade, da falta de coragem, que cada um tem em ficar nu diante de outras pessoas, ou até quando está sozinho.

Da mesma forma que os pais que levam seus filhos nas praias da Espanha sabem o que eles verão nas areias, quem melhor do que a mãe da criança que estava no museu para julgar se deveria ou não ter deixado a menina tocar NO TORNOZELO do artista?

Sejamos menos juizes da vida alheia e cuidemos mais da nossa própria.

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Playboy.

Hugh Hefner, o fundador da revista Playboy, faleceu no dia 27 de outubro de 2017, aos 91 anos.
Veja abaixo um pouco da história dessa revista no Brasil e qual é a ligação de Luciano Huck com a Playboy.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Desculpe!

A utilização do pedido de desculpas pode evitar até 90% dos conflitos entre amigos e entre desconhecidos. Só não funciona tão bem com familiares, mas mesmo assim atenua bastante as tensões.

Deve ser utilizado não apenas quando você cometer algum erro, mas também quando outros cometerem. Alguém lhe dá um esbarrão, você tem a certeza de que a culpa foi do outro, contudo, diz-lhe: "desculpe". O outro provavelmente dirá o mesmo. Ou se ele estiver convencido de que a culpa foi sua, dirá "não foi nada".

Não há preço que compense a economia de saúde a curto e a longo prazo proporcionada por evitar um confronto, seja ele com desconhecidos, com amigos ou com familiares.
Então, vamos preceder a uma reeducação psicológica. Você aprendeu que quando os outros erram, eles é que têm que pedir desculpas. Agora está reaprendendo: quando você erra, pede desculpas, e quando os outros erram você pede também.

Jamais diga: "você não compreendeu o que eu disse". No lugar dessa indelicadeza, declare com solenidade: "desculpe, creio que eu não me expliquei bem".
¿E numa circunstância em que assumir a responsabilidade poderia lhe custar um belo prejuízo? Se ocorrer um acidente de trânsito, você tem a certeza de que a culpa foi do outro motorista! Mas ele também tem a certeza de que a culpa foi sua... ¿Então, que tal assumir a culpa e desculpar-se? O seguro paga. ¿Não tem seguro?Então, não é para você que estou escrevendo.

Todo mundo tem seguro de tudo: do carro, da casa, de vida, de assistência médica. Quem não tem é tão imprevidente que não faz sentido ler um livro destes. Não venha com a estória da falta de dinheiro que isso não convence. Bastaria comprar um carro minimamente mais barato e fazer o seguro.

¿Como fica a questão do direito e da justiça? ¿Como é que você vai assumir uma culpa que não é sua? ¿Não seria isso uma atitude hipócrita ou meramente covarde? Ao contrário! Definitivamente, é preciso muita coragem para assumir a sua própria culpa e, muito mais, a de outrem. Isso foi o que fizeram inúmeros santos ou heróis nacionais, pessoas com um elevado sentido de compromisso humanitário a ponto de sacrificar o próprio ego e, às vezes, até a vida.

Do livro "A Parábola do Croissant" do Rodrigo De Bona.

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Carla Perez.

Carla Aparecida Perez Soares da Silva nasceu em Salvador, no dia16 de novembro de 1977.

Aos quinze anos, Carla abdicou de seu baile de debutante para fazer um curso de manequim. Foi, porém, no ano de 1995, quando foi convidada para fazer parte do grupo musical Gera Samba, que mais tarde mudou o nome para É o Tchan, que ela começou a fazer sucesso. Carla foi importante para o sucesso do É o Tchan, pois nos 3 anos que esteve no grupo ela se tornou um grande fenômeno e protagonizou várias campanhas publicitárias, além de ter licenciado seu nome para muitos produtos, inclusive para uma boneca. A sua saída aconteceu devido a um desentendimento com o Compadre Washington, que segundo as notícias da época, tinha lhe agredido fisicamente durante um show. A situação foi bem explorada pela imprensa, Claudete Troiano, por exemplo, promoveu uma lavação de roupa suja ao vivo via telefone, e Gugu, a reconciliação.

Aproveitando o sucesso como dançarina, Carla colocou no seguro aquilo que mais contribuiu para a sua fama. O Bumbum. Ela botou a bunda no seguro por 2 milhões de Reais. E foi em setembro de 1998, que ela lançou o filme Cinderela Baiana, uma biografia com excesso de ficção e clichês, que se tornou um fracasso de bilheteria e de crítica, do qual ela chegou a dizer ter se arrependido e até impediu a circulação do longa. Esse foi o filme de estreia de Lázaro Ramos. Ele disse que foi graças a esse trabalho que conseguiu investir em sua carreira de ator.

Carla assinou contrato com o SBT e apresentou o programa semanal Fantasia que tinha sido um grande sucesso na primeira temporada quando era diário e apresentado por um grupo de apresentadoras, como Jackeline Petckovick, Débora Rodrigues, Adriana Colin e Tânia Mara. O formato do programa mudou e se tornou mais musical. A apresentadora recebia convidados e gravou duas canções, Fantasia e Rap da Crianças, que entraram para o álbum Lambaeróbica do Brasil. O dominical passava ao meio dia, mas naqueles loucos e sem noção anos 90, em uma ocasião ela folhou a revista Playboy das meninas do grupo Banana Splits e a G Magazine do cantor Marcio do grupo Desejo. Foi também nessa fase que ela soltou ao vivo o “i” de iscola e “e” de esqueiro, além de ter dado uma bronca no operador de som.

Em 1999, no lugar do fantasia ela estreou o programa Canta Dança Minha Gente, que mais tarde mudou para as tardes de sábado e ficou no ar até o final de 2001. Em 1999 também, ela fez uma participação no filme Requebra da Xuxa e gravou a música Canta Canta Minha Gente, que já tinha sido sucesso na voz de Martinho da Vila. A música foi lançada no cd Bahia 2000. Carla gravou ainda a música Também Te Desejo que entrou para o cd Bahia Hits 2001.  Essa música nasceu a partir de uma carta de Carla para Xandy. A letra foi adaptada para virar música. Nessa fase Carla passou por grandes transformações físicas, ela perdeu algumas medidas, mas ficou muito mais bonita. E no período que esteve no SBT, integrou o elenco do humorístico A Praça é Nossa.

Fora da tv, em 2002 ela lançou o cd Algodão Doce. Esse é o nome do trio elétrico de Carla, no carnaval da Bahia. Lançou ainda outros 3 cds, o Multiokê em 2003 – com a versão de vídeo estilo Só Para Baixinhos. Depois, Todos Iguais em 2005 e no mesmo ano participou da comemoração dos 10 anos do É o Tchan. Em 2007, lançou o cd Eletro-Kids.

Em 30 de julho de 2012 Carla estreou o programa infantil, Clube da Alegria, na tv Aratu, uma afiliada do SBT na Bahia. O programa chegou a bater o programa Encontro com Fátima Bernardes na audiência, mas em 2016 ela se mudou com a família para Orlando, nos Estados Unidos e a partir de maio do mesmo ano o programa passou a ser apresentado semanalmente. Segundo seu esposo, o cantor Xandy, a mudança é só por um tempo para que os filhos ampliem seus conhecimentos culturais e o inglês, no entanto, em maio de 2017 o programa saiu do ar.

Assista esse conteúdo no canal LOTV.

Carla Perez.

Videografia de Carla Perez.

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Receita do chai - chá indiano.

No dia 28/10 coloquei na net, oficialmente, meu novo canal do Youtube onde pretendo postar alguns vídeos de técnicas relacionadas ao meu trabalho e também de assuntos que eu julgar pertinente, mas que não se encaixa no contexto do LOTV. O primeiro vídeo é a receita do chai.
O chai, pronuncie "tchai", é uma bebida indiana que tem algumas variações na forma de fazê-lo, mas cuja base é o leite com chá preto. A receita que você verá no vídeo foi trazida da Índia, então é uma dos modos originais de prepará-lo.



Ingredientes:
1 copo de jengibre ralado.
6 colheres (sopa) de açúcar.
2 paus de canela.
5 sementes abertas de cardamomo.
500 ml de água.
500 ml de leite integral.
3 colheres (sopa) de chá preto.

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Madonna, Vinny e Xuxa.

No mês de outubro comemoramos algumas datas memoráveis, importantes até, de alguns artistas.

Em 1992, mais precisamente no dia 20 de outubro, Madonna lançou o LP Erótica e no dia seguinte lançou o livro Sex. Ambos, disco e livro, quase lhe custaram a carreira porque a cantora foi massacrada pela crítica e até por alguns fãs, mas hoje o livro é reconhecido como uma obra de arte e passado o furor, o disco mostrou lindas canções.

Em 1997 Vinny lançou o álbum "Todo Mundo" que contém a música que lhe roubou a cena, inclusive dos álbuns seguintes, Heloisa Mexe a Cadeira. Ah, a cadeira não é uma referência ao móvel da casa e sim aos quadris, ou quadril, como queira.

Em 2002 Xuxa estreou o programa Xuxa No Mundo Da Imaginação, com uma ideia pedagógica, sem plateia e diário. O infantil passou por algumas reformulações para concorrer com o Bom Dia & Cia no SBT, aderiu aos desenhos e depois virou um programa de auditório aos moldes do antigo Xou da Xuxa e Xuxa Park.

E veja também quais foram as novelas que estrearam em outubro dos anos passados.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Tiago Iorc - Mais Bonito Não Há.

Música nova de Tiago Iorc com a participação de Milton Nascimento, em um vídeo idealizado e dirigido pelo próprio cantor.

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Chega de generalizações.

Sabe aquela velha frase "só no Brasil que lá, lá, lá, lá..."?
Não é verdade.

Ok. Algumas coisas talvez, já que esse post é sobre não generalizar também não vamos aos extremos. O fato é que essa frase me incomodava porque geralmente quem a solta não tem conhecimento/experiência para afirmar que algo similar não acontece em outro lugar. Por exemplo, imagine se os super mercados do Brasil resolvessem cobrar pela sacolinha de plástico, com certeza muita gente reclamaria dizendo que isso só acontece no Brasil. Pois não, na Argentina já é assim e na Espanha também. Ou seja, ninguém faz a festa colocando um produto em cada sacolinha ou revestindo todas as sacolas para levar mais para casa, porque cada uma delas é cobrada.

Quando eu morava em Ponta Grossa um amigo brincou dizendo que, lá, até os restaurantes fechavam na hora do almoço. Bem, na Espanha os restaurantes eu não sei, mas os mercados sim. Os espanhóis entendem como meio dia o período entre 12h e 15h mais ou menos e nesse período praticamente todo o comércio fecha.

Outra coisa que me chamou a atenção foi o panelaço, que acontecia pontualmente às 22h como protexto em prol do referendo da separação da Catalunha. Quando a elite do Brasil fez isso pelo impeachment da presidenta Dilma, o ato virou notícia e piada no exterior, então eu ainda não sei se os espanhóis copiaram os brasileiros, ou se isso já era comum por aqui.

Os motoristas da Espanha são mais educados, pois respeitam a faixa de segurança, dão prioridade para os pedestres e levam a sério o sistema do semáforo, mas é bem comum ver carros estacionados sobre parte das calçadas ou bloqueando totalmente a passagem dos pedestres, já que muitas ruas da cidade são bem estreitas. Ah, e eles buzinam em situações que o carro da frente não pode fazer nada além de esperar que o trânsito flua.

Os ônibus não tem catracas e nem cobradores, mas os passageiros são, geralmente, honestos e sempre passam o cartão pagando direitinho sua passagem. No entanto, eu já vi gente pulando a catraca da estação do metro e conheço pessoas que foram roubadas, aliás, eu ouvi no rádio o anúncio de uma empresa de alarmes para residências, ou seja, sim meu caro, aqui existem ladrões e até aqueles que invadem casas.

Enfim, nós temos problemas e muitas coisas que falham em nosso país, mas pare de dizer que tudo o que é ruim ou que você desaprova, que só acontece no Brasil.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Boybands.

Veja alguns grupos musicais compostos por rapazes que mais fizeram sucesso nas décadas de 1980, 1990, 2000 e 2010.
Alguns voltaram aos palcos depois de mais de uma década separados.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Não levantarás falso testemunho.

É assustador o volume de postagens, comentários e reações agressivas a respeito de coisas que muitas vezes são banais na internet. A julgar pelo comportamento de muitas pessoas, penso que essas descobriram a internet a pouco tempo, pois os mais experientes não caem com tanta facilidade em pegadinhas como compartilhar correntes no Whatsapp para alguém com problemas de saúde ganhar dinheiro só com a propagação de sua desgraça. Isso surgiu no tempo e-mail, continuou no Orkut, chegou no Facebook e continua no aplicativo de mensagem. Pasmem.

Outra coisa é a ingenuidade de acreditar nas matérias falsas e sensacionalistas que  se propagam muitas vezes como piada, mas que sempre tem aquelas pessoas que levam a sério. O pior é que algumas vezes a intenção desses posts é realmente prejudicar alguém ou algo, como a enxurrada de críticas distorcidas a respeito do artista que estava vulnerávelmente nu e imóvel em um museu de São Paulo e foi duramente julgado de pedófilo porque uma mãe estimulou sua filha a interagir com o ator, como era a proposta da mostra. Já que não ouve nem uma investida do cara contra a criança, o que não caracteriza um assédio, ele é a única vítima, pois foi o único alvo de ataques, ameaças e difamações.

Pois bem, quero pegar essa história para dar um exemplo de como as ações da maioria das pessoas não condizem com suas ideologias.

Primeiro. Um amigo muito querido, mas inegavelmente ingênuo e desinformado compartilhou um post com montagens grosseiras a respeito do ocorrido no Museu de Arte Moderna em São Paulo afirmando que o ator da peça que tanto gerou polêmica teria sido preso, e eu fiz um comentário em sua postagem alertando que aquilo não era verdade e que ele precisa averiguar as fontes antes de compartilhar algo, pois tem sites especialzados em criar notícias falsas. Embora eu acredite que aquele post tenha sido mais uma maldade gratuita de alguém que só queria ver o circo pegar fogo. O fato, é que compartilhar notícias como essa fere o 8º Mandamento da Lei de Deus, no cristianismo, que pede para que o cristão "não levante falso testemunho", ou seja, que não minta, e eu sei que ele é um cristão convicto e praticante de sua religião.

Segundo. Uma pessoa que temos amizade em comum, e que também é uma cristã convicta e praticante da sua religião, respondeu o meu comentário dizendo que era uma pena a notícia não ser verdade porque ela queria que o ator fosse linchado. Lin-cha-do!

Fiquei perplexo. Mas nem devia, né?

Eu a respondi que essa atitude não é coerente com a sua fé e que não foi esse o ensinamento de Jesus que sempre pregou o amor e a compaixão. Bem, tal atitude fere o 5º Mandamento da Lei de Deus que é "Não matar" e vai totalmente em direção oposta aos ensinamentos bíblicos, como descrito no livro de Mateus, capítulo 7, versículo 1: "Não julgueis, para que não sejais julgados".

Sem mais, esse é só um exemplo da realidade atual, de uma geração que provavelmente repete os mesmos costumes de gerações passadas, mas que agora tem uma arma em potencial nas mãos que se chama internet com um letal projétil chamado rede social. Pessoas que continuam, como tantas outras de períodos passados, matando em nome da moral, dos bons costumes e da fé, mas que certamente assassinariam novamente Jesus, se ele voltasse, na base da pedrada e cacetada como tem acontecido sob os registros dos smartphones de quem assiste e nada faz.

sábado, 14 de outubro de 2017

Porque Xuxa é a Rainha dos baixinhos!

Xuxa Meneghel foi coroada a Rainha dos Baixinhos na década de 80 pela influência que exerceu no universo infantil, mas o que a tornou distinta das outras tantas apresentadoras de programas infantis foi a sua entrega, carisma e profissionalismo.
Veja abaixo algumas das suas influências que vão desde o mercado fonográfico até o entretenimento internacional.

sexta-feira, 13 de outubro de 2017