ARQUIVO.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Tudo Por Brinquedo com Mariane.


No dia 20 de dezembro de 1993 estreou no canal CNT o programa Tudo por Brinquedo comandado por Sergio Mallandro. No entanto dois meses depois Mariane Dombrova assumiu a apresentação, pois o apresentador retornou ao SBT, sua antiga emissora.

O programa era gravado em Curitiba no Paraná e ia ao ar sempre ao final da tarde, das 18h00 às 20h15, e durante um período passou a ser reprisado na manhã seguinte.

Em 1995 o programa mudou de horário, passou a ser apresentado das 16h45 às 18h15, na faixa de horário que tinha mais repercussão.


Tudo por Brinquedo ganhou notoriedade na mídia, pois se tornou o programa líder de audiência da emissora, na média geral só perdia para as novelas da Rede Globo e para o noticiário Aqui Agora, do SBT, o que era um grande feito para uma emissora pequena.


Mariane já era conhecida do público, pois tinha apresentado entre os anos de 1989 e 1991 os infantis Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si com Mariane e o programa que levava o seu nome, Mariane, ambos no SBT e na ocasião ela incomodou a concorrência, pois em várias ocasiões alcançou o primeiro lugar no Ibope tirando a liderança do Xou da Xuxa.


O título do programa era uma paródia do Topa Tudo por Dinheiro, um programa apresentado por Silvio Santos no SBT. Além das brincadeiras, Mariane apresentava desenhos animados, como Superamigos, Guerra das Galáxias e Tom e Jerry, entre outros. Na ocasião a apresentadora lançou seu quarto álbum musical.


Lamentavelmente, o programa saiu do ar no final de julho de 1995, por decisão da direção da CNT. Mariane, então, transferiu-se para a Rede Record.

Veja o vídeo aqui.

25 anos de Tudo Por Brinquedo - Túnel do Tempo.

Este foi o melhor programa de Mariane.
Exibido na CNT, Tudo Por Brinquedo era gravado fora do eixo Rio/São Paulo e rendia bons índices de audiência para a pequena emissora paranaense.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

América - 1, 2 ou 3 continentes?

Você já se deu conta que o continente americano é um dos maiores continentes do planeta?

É o segundo, ficando atrás somente do continente asiático.

No entanto, nós americanos, nos subdividimos em três, como se o sul, meio e norte fossem independentes. Ou seja, ignoramos que a América se estende desde, praticamente, o polo sul até o polo norte, incluindo a Groelândia.

E nós brasileiros nos isolamos ainda mais quando nos referimos ao nosso país como se fosse um território independente da América. É muito comum ouvir de pessoas que são nativas de outros países se referirem ao continente como um todo. Assim como nós quando falamos da Europa, ou dos europeus, sem definí-los de um país específico. Mas nós não somos americanos, somos brasileiros. E se estamos em outro continente, na Europa por exemplo, dizemos que vamos voltar ao Brasil e não à Amèrica.

Bem, é isso. Não tem lição de moral. É só para relembrar e despertar consciência.

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Atualidades de novembro.

Aconteceram algumas tretas entre os famosos nesse mês que passou, mas teve muitos lançamentos musicais também, nossos artistas deslanchando em carreira internacional. E três dos maiores nomes do mundo da moda também foram notícia.

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

A minha opinião sobre o ciúme

Eu não sou uma pessoa ciumenta e não gosto de ciúmes, pois para mim, em uma relação afetiva esse sentimento não está relacionado ao amor, e sim, à posse.

Explico. Quando eu tenho ciúme de algum brinquedo, eu não quero que ninguém brinque com ele, afinal, ele é meu e eu não quero dividi-lo com outros porque isso é submetê-lo ao risco de estragá-lo, e a outra pessoa poderia fazer isso de propósito só para que eu ficasse sem. E pior, depois ela pode conseguir um igual.

Bem, as pessoas não são brinquedos, e tão pouco posse de outra. E no meu ponto de vista esse é o problema. O ciúme é o reflexo de quem trata o seu parceiro, ou parceira, como um objeto pessoal e não é necessariamente sinônimo de amor. Pode ser de amor-próprio, e nesse caso é mais medo de ter o seu ego ferido, do que de perder a outra pessoa.

Tratando-se de bens materiais, ou conquistas pessoais, o ciúme está além de desejar o que a outra pessoa conquistou. É a frustração de não ter e não querer que a outra pessoa tenha também. Mas o mesmo se aplica nas relações amorosas, pois seria melhor se quem tem ciúme se juntasse e compartilhasse as relações de seu parceiro ou parceira, porém, parece mais adequado destruir a amizade do amado, ou amada, já que a pessoa ciumenta não tem interesse em agregar mais um no seu círculo de amigos.

Para mim duas pessoas só ficam juntas porque querem, e se uma delas perder o interesse, a outra só cabe aceitar, pois não podemos obrigar alguém a ficar conosco contra a sua vontade. A forma de manter uma relação madura e duradoura é dar razões para que o parceiro ou parceira queira continuar o namoro ou casamento, e o ciúme, ah o ciúme, é falta de confiança, mas a desconfiança só se manifesta se o relacionamento estiver vinculado pelo sentimento de posse.

Então, meus caros, o meu conselho é que tenha sempre muito claro e consciente as razões desse sentimento destruidor. Ao iniciar uma relação e perceber que o, ou a, pretendente manifesta ciúme demasiado não siga adiante, pois é horrível conviver com uma pessoa que não tem confiança e te exige explicações do tempo todo do que você fez, onde e com esteve esteve.

Pense nisso.

domingo, 25 de novembro de 2018

A verdade sobre Bohemian Rhapsody.


Quem é fã da banda Queen deve ter percebido que muitos detalhes do filme Bohemian Rhapsody não batem com a realidade. Eu resolvi ir atrás das informações corretas e encontrei mais coisas do que percebi ao assitir o longa, e aqui estão elas.

Início.
No filme Freddie começou a cantar com Brian May e Roger Taylor e adotou o nome artístico de Freddie, mas na vida real ele já tinha tido outras bandas antes. A primeira foi montada quando ele tinha 12 anos e foi nessa época que ele passou a ser chamado de Freddie pelos amigos.

A banda de Roger e Brian se chamava Smile e Freddie já os conhecia da faculdade, mas antes de se juntar aos rapazes ele passou ainda por outras duas bandas e quando se juntaram, ficaram famosos e alteraram o nome da banda para Queen, Freddie adotou a alcunha Mercury como sobrenome artístico, baseado na letra de uma de suas primeiras canções.

Relação com o grupo.
No filme Freddie abandona o grupo por um contrato milionário para produzir dois álbuns, mas na realidade eles nunca se separaram. O grupo realmente parou de produzir e fazer shows por um tempo, mas por foi por um acordo entre todos depois do fracasso do LP Hot Space em que mesclaram rock com música disco e dance, entre outros ritmos. Freddie lançou realmente dois álbuns solos, Mr. Bad Guy em 1985 e Barcelona em 1988 com Montserrat Caballe, mas fez isso paralelamente a sua dedicação a banda Queen, além disso os outros integrantes também trabalharam em projetos independentes.


O retorno do grupo aconteceu antes do Live Aid que aconteceu em julho de 1985, eles, inclusive, estiveram no Brasil em janeiro daquele ano quando aconteceu a primeira edição do Rock In Rio. Foi nessa ocasião que tiveram o maior público de sua carreira e que todos cantaram junto as suas canções. Outro detalhe é que o diagnóstico do HIV só aconteceu em 1987, diferente do que mostra o filme associando a revelaçao da doença à volta do grupo aos palcos.

Relacionamentos.
A relação entre Freddie e Mary Austin foi mais forte e intensa do que mostra o filme. Depois que se separam eles se tornaram amigos e Freddie foi padrinho do seu filho. Ela herdou a sua mansão e os direitos autorais de suas canções.


Paul Prenter foi realmente um cara que interferiu na vida de Freddie e não era bem visto pelos integrantes da banda, mas ele não foi para a tv falar da vida pessoal de Freddie depois que foi demitido. Foi ao contrário, ele foi demitido depois que vendeu uma história da intimidade do cantor, dizendo que dois amantes de Freddie tinham morrido de aids.


Freddie e Jim Hutton, o cara com quem ele manteve uma relação até o fim de sua vida, conheceram-se numa boate, e ao contrário do que mostra o filme, Freddie não foi atrás depois de buscá-lo no catálogo telefônico, eles se reencontraram casualmente na boate outra vez.


História inventada.
Ray Foster, o executivo que aparece no filme e recusa a música Bohemian Rhapsody porque é muito longa e pede para o grupo fazer mais música comercial, pode ser apenas uma invenção para incrementar o longa, porque não há evidências de que ele tenha existido. Segundo a revista Rolling Stone, o personagem do filme pode ter sido inspirado no chefe da EMI, Roy Featherstone, embora, ao contrário do Foster do filme, Featherstone era um grande fã do Queen.


Curiosidades.
Sasha Baron Cohen foi a primeira opção para interpretar o Freddie Mercury, mas segundo as bocas malditas, ele foi dispensado porque queria dar ênfase só ao vocalista. A segunda opção foi Ben Wishaw, mas o produtor optou pelo Rami Malek..


Stephen Frears ia dirigir o filme, mas foi dispensado junto com Sasha Baron. Bryan Singer iniciou as filmagens, mas por faltas consecutivas na produção e desacordo com o elenco foi demitido também. Dexter Fletcher foi chamado para finalizar a produção.

Joseph Mazzelo que interpreta o baixista John Deacon é o garotinho que atuou no filme Jurassic Park de 1993.


Sabendo que tinha pouco tempo de vida, Freddie Mercury gravou vários vocais para que o grupo terminasse as canções depois de sua morte. A última música que ele colocou voz foi Mother Love, mas não chegou a concluí-la. O guitarrista Roger Taylor terminou a gravação.

A última aparição de Freddie Mercury foi no Brit Awards de 1990. Ele já apresentava alterações no seu físico e na ocasião não falou nada, o que potencializou as desconfianças de que ele tinha Aids. Freddie faleceu no dia 24 de novembro de 1991, um dia depois de publicar um comunicado assumindo que era portador do HIV.

Veja o vídeo clicando aqui.

Verdades reveladas sobre Bohemian Rhapsody - o filme.

Muitos fatos da banda Queen e da vida de Freddie Mercury foram distorcidos no filme Bohemian Rhapsody. Veja neste vídeo a verdade sobre alguns deles.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Assédio ou não assédio, Silvio está errado.

Já vi muita coisa sobre o caso Claudia Leitte e Silvio Santos e creio que você também já deve estar no seu limite sobre esse assunto.

No entanto, se você esteve fora do ar nesses últimos dias, o que aconteceu é que Claudia Leitte se apresentou no Teleton no SBT, na ocasião ela usava um vestido rosa que cobria os ombros, braços e pescoço, mas era justo e deixava as pernas a mostra. Foi o suficiente para que Silvio Santos ao cumprimentá-la recusasse um abraço e emendasse com uma justificativa infeliz: Eu ficarei excitado. Excitado de verdade.

Surpreendeu-me a Sônia Abraão se manifestar contra a postura de Silvio, justo ela que sempre o defende. Silvio foi inadequado, pois o programa era durante o dia e tinha intenção filantrópica, aliás, o homem do baú tem faltado muito com o bom senso nos últimos tempos.

Claudia deixou claro pela sua expressão que não gostou da brincadeira (de mau gosto) e mais tarde se manifestou nas redes sociais dizendo que se sentiu desconfortável. Não lembro se ela disse que se sentiu assediada, mas o termo assédio tomou conta da internet e muita gente começou a dizer que a cantora estava de mi mi mi.

E, sério, não importa como ela é no seu cotidiano, não interessa a sua qualidade musical, ela tem todo o direito de sentir desrrespeitada. E eu acho que foi mesmo.

Ouvi coisas do tipo, com aquele vestido ela estava pedindo para ser assediada. Não, não e não. Qualquer pessoa, qualquer, pode sair na rua do jeito que quiser, inclusive pelada, que não o direito de alguém fazer ou insinuar algo com ela. A vítima sempre é o agressor e nesse caso, Claudia Leitte não estava agredindo ninguém, nem na tv e nem em seu desabafo.

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

A Mulekada


O grupo Mulekada é o melhor exemplo do que foi a infância da década de 1990. O trio era formado por Julyana Lee – com 5 anos, Jacarezinho Ramos – com 6 anos, e Tatiana Ruiz – com 6 anos. O grupo durou de 1999 a 2003 e se apresentou em programas de televisão, principalmente no Programa Raul Gil que na época trabalhava na Rede Record.

Na década de 1990 com o fim do Xou da Xuxa e a dedicação da apresentadora para um público mais adolescente e jovem, a única referência para as crianças era a Eliana. Tinha a Angélica que também fazia programa infantil, mas ela sempre gostou de cantar música romântica, sendo assim, as crianças dançavam as músicas do É o Tchan.

A referência do grupo infantil era o grupo É o Tchan, mais precisamente os dançarinos do É o Tchan, inclusive o menino do grupo infantil tem o mesmo nome do dançarino do grupo adulto. E cantavam músicas feitas para adultos.


Em 1999 foi lançado o álbum de estréia com 11 músicas.
Em 2000 foi lançado o segundo álbum, Festa de Criança, com 15 músicas.
Em 2001 foi lançado o terceiro álbum, Mulekada Faz a sua Festa, com vários pout pourris, somando 37 músicas.
Em 2002 foi lançado o vídeo desse álbum que mescla Guilherme Arantes, Trem da Alegria, Sandy & Junior, Xuxa e É o Tchan, entre outros grupos.
Em 2003 foi lançado o quarto álbum, Mulekada na Parada, com 14 músicas.


Por onde anda?
Julyana Lee, resolveu seguir carreira solo como cantora e lançou em 2006 o CD Tati Festa Manera, e em 2009 lançou CD Eu Sou Assim. E em 2011 se lançou em carreira internacional com a música Trust Me. Em 2013 lançou seu trabalho voltado a moda com o blog Golden by JuLee.

Jacarezinho Ramos (Kleber Ramos), tornou-se apresentador de TV e comandou o programa “Patrulha Nick” na Nickelodeon e  “Detonando na TV”, na rede NGT, e cursou artes cênicas.

Tatiana Ruiz dedicou-se aos estudos, cursou direito e mudou-se para Curitiba.


Curiosidades.
O grupo chegou a fazer uma turnê de 15 dias por Angola.

Em 2013, Kleber Ramos fez uma participação na novela Sangue Bom na Globo.

Em 2016 eles apareceram no programa da Eliana em uma homenagem a Beto Jamaica e Compadre Washington.

Assista o vídeo aqui.

A Mulekada - Vídeo.

A Mulekada foi um grupo mirim formado na virada da década de 1990 para o ano 2000.
As três crianças que imitavam os dançarino do grupo É o Tchan, cantavam canções para crianças, mas algumas delas tinham sido escritas para adultos.

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Não Perco o Meu Tempo / Goals - Anitta.

No dia 9 de novembro Anitta lançou três músicas, simultaneamente. Uma em português, uma em castelhano e uma em inglês.

Antes do lançamento da música Medicina rolou uma enquete para que os fãs decidissem se a ordem do lançamento seria Medicina ou Veneno. O resultado já sabemos, certo? Pois agora foi a vez da cantora lançar o Veneno (sujeito oculto, vídeo), que diga-se de passagem é excessivamente sexy para os padrões não brasileiros.

Como já comentei no outro post onde pode conferir o vídeo no link que está inserido no título da música no parágrafo anterior, o lançamento foi superestimado e não alcançou a aceitação esperada do público internacional. A música fez sucesso somente no Brasil e particularmente acho que lançar de uma vez três canções em línguas diferentes vai segmentar mais os fãs, ou confundi-los, enfim. Quais das três estarão nas rádios?

Até segunda-feira passada o vídeo mais visualizado era a canção em castelhano, Veneno, com mais de 13 milhões de visualizações, enquanto o vídeo em português, Não Perco o Meu Tempo, e o vídeo em inglês, Goals, ainda não tinham alcançados 8 os milhões de visualizações.





segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Nasce Uma Estrela.

O filme dirigido por Bradley Cooper, que aliás, interpreta o personagem principal, ou quase, e que narra praticamente a história de Lady Gaga, ou mais o menos, é a quarta versão da mesma história.

A primeira versão estreou em 1937 estrelada por Janet Gaynor, a segunda em 1954 por Judy Garland, a terceira em 1977 por Bárbara Streisand e Kris Kristofferson e agora em 2018 por Lady Gaga e Bradley Cooper onde vemos um ator cantando e uma cantora atuando, aliás, ambos estão ótimos em seus papeis, a cantora como atriz e o ator como cantor.

Apesar de o filme fazer fazer algumas abordagens sobre a carreira de Gaga, por coincidência ou não, como por exemplo o seu começo no meio musical em bares e as críticas que recebeu de professores e diretores de gravadoras pela sua aparência e voz excessivamente pop, na verdade o título deste post é sobre Bradley.

O cara estreou como diretor e mostrou que tem um talento enorme para a música. Poderia ser um cantor de verdade, pois estava muito confiante de seu potencial ao fazer dueto com Gaga que tem uma vóz excomunal.

Se você ainda não viu, veja tranquilo. Só não crie muita expectativa, ok? Talvez você chore, ou fique com raiva.

sábado, 10 de novembro de 2018

Veneno - Anitta.

Depois de Medicina que, apesar de ter um clipe muito bonito, não fez muito sucesso no exterior. Chegou a vez de Veneno e talvez dessa vez vai.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Fantasia com Carla Perez


O SBT estreou no dia 1 de dezembro de 1997 o programa Fantasia, com apresentação da ex Banana Split e futura Faustão Girl, Adriana Colin - da ex sem terra e futura mulher rica, Débora Rodrigues – da futura apresentadora do Bom Dia & Cia, Jackeline Petkovic e da apresentadora de tele jornal, Valéria Balbi.

O programa colorido e interativo, com lindas garotas e músicas agradou muito o público e dobrou a audiência do SBT, mas saiu do ar em agosto de 1998. Três meses depois reestreou aos domingos sob o comando de Carla Perez.

Carla Perez havia deixado o grupo É o Tchan e quase um ano depois, no dia 1 de novembro de 1998 estreou com apresentadora do Fantasia, e essa fase do programa, assim como da carreira de Carla, ficou marcada pelas suas gafes.


Com um formato diferente da temporada anterior, o programa era apresentado ao meio dia de domingo e recebia convidados, além de apresentar os números musicais da apresentadora que tinha gravado duas canções.


A década de 1990 foi muito contraditória. O programa era apresentado ao meio dia, direcionado para a família e tinha uma platéia de crianças, mas Carla Perez mostrou revistas de nus eróticos de seus convidados e ela mesma já tinha posado nua para a Plabyboy naquele mesmo ano.


Ao estrear com Carla, o programa Fantasia chegou a incomodar a rede Globo, mas saiu do ar com menos de um ano de duração, em agosto de 1999.

Veja o vídeo aqui.

Túnel do Tempo - Fantasia com Carla Perez

A ex dançarina do grupo É o Tchan se reinventou em 1998.
Após deixar o posto para Sheila Mello no grupo baiano, ela lançou um filme que não foi bem aceito pelos críticos e nem pelos fãs, mas estreou com sucesso como apresentadora no SBT.