ARQUIVO.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Bitcoin - Não seja tão reticente.

Sabe aquelas pessoas que demoram para ceder a moda?
Sou eu!

Certamente você já ouviu falar de Bitcoin, certo?
Se não, meu caro, atualize-se e ponha os pés no chão, pois você deve estar vivendo em um outro mundo que não é a Terra. Bitcoin é uma das várias moedas criptográficas, entenda virtuais, que existem por aí. Mas essa é como o Dólar no mundo virtual, ou seja, a referência para troca.

Eu demorei para aderir ao Facebook porque tinha muita gente migrando do Orkut e eu não queria seguir o fluxo, como muitas vezes costumo fazer. Tenho uma certa resistência em me enquadrar no fenômeno manada, aquela coisa que muita gente faz sem saber o por quê. E talvez por isso eu tenha ignorado o Bitcoin, apesar dos apelos de pessoas próximas em relação as vantagens dessa moeda.

Aderi.

A imagem acima é do dia 14 de dezembro de 2017, às 16h, a moeda estava valendo aquilo mesmo, 16.826 mil dólares. Há 13 dias valia 11 mil dólares, quando um amigo me ensinou a usar a carteira e comprar o Bitcoin. A partir de então, eu fiquei me divertindo vendo o quanto os R$50,00 que ele me presentou se multiplicava dia a dia. Depois disso fizemos mais uma transação, eu estava com R$79,00 e recebi dele mais R$20,00, ficando, portanto, com R$99,00. Ou seja, em menos de 2 semanas eu consegui lucrar R$30,00.

Sem lamentações, mas imagine o quanto rendeu o dinheiro de quem investiu logo no começo dessa brincadeira. A primeira transação do Bitcoin aconteceu em 22 de maio de 2010 quando Laszlo Hanyecz pagou 10 mil Bitcoins por duas pizzas, que na época era equivalente a 41 Dólares. Se Sturdvant, que aceitou a transação, guardou o valor em Bitcoin, hoje ele é um cara milionário.

Eu quero com isso, deixar um conselho. Não seja tão relutante às novidades tecnológicas e não perca as oportunidades que o mundo lhe oferece. Estamos em uma boa fase para sermos independentes e temos muitas ferramentas a nosso favor, portanto, se você tem capacidade de explorá-las, aproveite, pois o mundo que conhecemos está ficando obsoleto e lembre-se: "Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças" - Leon Meggginson.

Nenhum comentário: