ARQUIVO.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Monique Evans.

Monique Rezende Nery da Fonseca nasceu no Rio de Janeiro, no dia 5 de julho de 1956.
É modelo, atriz, apresentadora, repórter e youtuber.
Monique começou modelando aos 14 anos, a partir dos 18 já era famosa e com o tempo se tornou uma das principais modelos do Brasil. Foi capa de mais de 50 publicações especializadas em moda, como as revistas jovens Geração Pop e Capricho. Também foi top model da grife Dijon de Humberto Saade onde substituiu Luiza Brunet e antecedeu Vanessa de Oliveira. Posou nua para a revista Playboy em 1985, 1986 e 1993; e para a revista Sexy em 1996.

No dia 5 de março de 1984, Monique Evans fez sua estreia no carnaval carioca desfilando na Marquês de Sapucaí pela Mocidade. Tudo começou quando aos 28 anos comentou com Chacrinha que queria desfilar em uma escola de samba. O "Velho Guerreiro" a encaminhou para o carnavalesco Fernando Pinto, que, por sua vez, falou que era para Monique aparecer no dia do desfile levando uma sandália. Na hora, tascou na modelo um biquíni de strass e a colocou à frente da bateria. Nesse mesmo ano, Adele Fátima estreava à frente da bateria o título de rainha de bateria. Porém no momento, foi Monique a famosa que chamou atenção da mídia e ficou conhecida por fundar a novidade, popularizando-a na mesma escola entre os anos 1985 e 1987.

O grande destaque como modelo culminou em outras propostas artísticas, como participações em telenovelas e diversos programas de televisão, principalmente o Cassino do Chacrinha, o Chico Anysio Show e algumas campanhas no estilo USA for Africa, entre elas a Viver Outra Vez em 1987, que era contra a AIDS e foi reproduzida no programa Fantástico da Rede Globo. De autoria de Osmir Neto, foi feita ao lado de artistas como Guilherme Arantes, Tim Maia, Erasmo Carlos, Sylvinho Blau-Blau, Emílio Santiago, Adriana, Elza Soares, entre outros.

Em 1991, atuou na minissérie O Guarani, da Rede Manchete, onde Angélica interpretou o papel de Ceci.

Em 1998, virou apresentadora do canal de vendas TV Shoptime, anunciando produtos eróticos no De Noite na Cama. Com seu humor debochado e a forma natural com que apresentava os produtos, alcançava bons índices de audiência. Também foi quando começou a falar os bordões "Treis de deix" e "Vem com a Tchitchia".
Em 2000, assinou com a RedeTV! e começou a apresentar o TV Fama ao lado de Paulo Bonfá. Também fazia reportagens para o programa.
Em 27 de junho de 2001, estreou na mesma emissora o programa diário Noite Afora enquanto continuava fazendo reportagens para o TV Fama. Ficou no ar por quase três anos e chegava a dar dois dígitos no ibope. Ela anunciou publicamente que iria deixar o programa em 7 de março de 2004, quando seu contrato com a emissora já estava para acabar no mês seguinte.

Após sair da RedeTV! em 2004, ganhou um quadro no Domingo Legal do SBT, que se chamava "Bate Coração". Ela tentava reconciliar casais que brigaram e gravava numa van toda decorada como uma casa, entrando ao vivo nos domingos com o apresentador Gugu Liberato. O quadro chegou a dar 15 pontos no ibope.
Em maio de 2005, deixou o SBT e voltou para a RedeTV! para fazer reportagens externas e apresentar o programa A Casa é Sua.
Em 2006, voltou para o TV Fama como repórter, fazendo entrevistas divertidas com vários famosos. Em 27 de setembro, também estreou o quadro "Titia na Labuta" para viver na pele as dificuldades de diversas profissões, como padeiro, frentista, lixeiro e jardineiro. Deixou de fazer reportagens para o programa em março de 2010. Em 11 de junho de 2010, estreou o quadro "Eu Te Amo" no Manhã Maior, ajudando casais.

Em 28 de setembro de 2010, foi revelada como concorrente da terceira temporada do reality show A Fazenda. A "peõa" protagonizou discussões, momentos engraçados e crises de autocomiseração, sendo a primeira eliminada após dez dias de confinamento e ajudando a trazer a liderança para o show no ibope. Na estreia da temporada seguinte exibida em 2011, a produção inovou e deixou a última vaga para ser disputada entre as "eliminadas na primeira semana das temporadas anteriores", Monique foi a mais votada após concorrer com Franciely Freduzeski e Ana Paula Oliveira e entrou para a competição de A Fazenda 4. Ela superou sete roças (contando com a do retorno) e ao longo do programa se consagrou favorita junto com a colega Joana Machado, mas na reta final perdeu força do público mostrando-se depressiva e pessimista várias vezes. Chegou à final e foi vice-campeã, perdendo por apenas 4% para Joana. Monique ganhou um carro como prêmio.

Em 27 de maio de 2012, estreou o quadro "Despedida de Casado" dentro do programa Sexo a 3, onde organizava uma festa para alguém que tinha acabado de passar por uma separação. Sexo a 3 ficou no ar durante três meses.
Em 4 de agosto de 2013, o programa O Melhor do Brasil estreou o quadro "Monique Quer Namorar", onde o apresentador Rodrigo Faro ajudava Monique a arrumar um namorado. Em outubro, a produção suspendeu temporariamente o quadro após serem informados de que Monique ficaria internada em uma clínica psiquiátrica para tratar de depressão. Em novembro, foi divulgado que o quadro foi oficialmente cancelado.
Em maio de 2015, foi anunciado que Monique iria ser apresentadora em um novo canal por assinatura chamado E+ TV. Ela seria dirigida por Marlene Matos em uma atração parecida com o Noite Afora: sobre sexo, badalação e assuntos bem variados para um público mais maduro e boêmio. Pouco tempo depois, o canal saiu do ar e o programa não estreou.

Monique é irmã de Marcus Panthera, dono da agência de modelos Mega Model.
Aos dezenove anos casou-se com o empresário americano Oswald Evans, com quem ficou casada por quase um ano. Em 1977, Oswald morreu e ela continuou com o sobrenome porque já estava fazendo sucesso e se mudasse iria atrapalhar sua carreira.
Tem dois filhos: Armando Aguinaga com o modelo Pedrinho Aguinaga, e a modelo e atriz Bárbara Evans com o empresário José Clark. Tem uma neta chamada Valentina, filha de Armando.
Figuram em suas conquistas entre as décadas de 70 e 80: o namoro com o empresário Antenor Mayrink Veiga, o namoro com o ator Rômulo Arantes, o namoro com o francês Anique (que a chamava de Monicá), e o namoro com os cantores Lobão e Leo Jaime.
Em 28 de julho de 2003, se casou com o empresário Guga Sander, eles estavam juntos desde 2001. Separou-se de Guga em agosto de 2006.
Em fevereiro de 2015, assumiu o namoro com a DJ Cacá Werneck, elas se conheceram em 2014 na clínica psiquiátrica onde Monique se internou para tratar de sua depressão. O início de seu relacionamento com a DJ culminou com a sua saída da religião evangélica que seguia.

Em dezembro de 2011, fez um desabafo no programa SuperPop, ela disse que sofre de depressão desde a adolescência e que as pessoas não entendem que depressão não é frescura e sim uma doença. Também relembrou momentos difíceis que viveu, como quando venceu um câncer no braço em 1996.
Em outubro de 2013, ficou quinze dias internada em uma clínica psiquiátrica após uma proposital ingestão de calmantes, onde foi diagnosticada com o Transtorno de personalidade Borderline. Após descobrir a doença, concedeu uma entrevista ao programa Hoje em Dia, que abordou o tema. Ela disse que já tentou o suicídio várias vezes.
Em julho de 2014, se internou novamente (por vontade própria) e justificou dizendo que não tomava os remédios no horário certo e que sentia solidão. Levou alta da clínica após um pouco mais de vinte dias internada.

Nenhum comentário: