ARQUIVO.

terça-feira, 27 de junho de 2017

Wagner Moura.

Wagner Maniçoba de Moura nasceu em Salvador, no dia 27 de junho de 1976.
Ele é jornalista, diretor, músico e ator, reconhecido internacionalmente pelo papel de Pablo Escobar na serie de TV Narcos.

Wagner começou fazendo teatro em Salvador, onde trabalhou com diretores consagrados, a exemplo de Fernando Guerreiro e Celso Júnior, e logo teve algumas participações em filmes. Em 2003, estrelou em Deus é Brasileiro e O Caminho das Nuvens, além de ter tido papel de destaque em Carandiru, o que o propulsionou para o cenário principal do cinema brasileiro. Seguiu estrelando em longas-metragens nacionais, incluindo os sucessos de bilheteria Tropa de Elite e Tropa de Elite 2, com o famoso personagem Capitão/Coronel Nascimento. Em 2007 foi o antagonista da novela Paraíso Tropical, sendo elogiado por sua atuação tanto pelo público quanto pela crítica.
Em 2012 foi eleito pelo site americano IMDb o 33° melhor ator de todos os tempos, ficando a frente de grandes nomes de Hollywood.

Em 2013, ganhou destaque na indústria cinematográfica de Hollywood, no longa metragem Elysium, contracenando com Matt Damon e Jodie Foster. O filme marcou a estreia internacional do ator brasileiro, que por esse trabalho recebeu elogios dos críticos nacionais e internacionais. Em 2015, passou a estrelar na série internacional Narcos, interpretando o narco-traficante Pablo Escobar, papel pelo qual foi indicado a diversos prêmios, incluindo o Globo de Ouro.

Wagner atuou ainda em Abril Despedaçado, As Três Marias, Deus é Brasileiro, O Homem do Ano e O Caminho das Nuvens.
Partiu para a televisão a convite de Antônio Fagundes que o chamou para a retomada do seriado Carga Pesada, no qual fez Pedrinho, o filho de Bino (Stênio Garcia). Em seguida veio o seriado Sexo Frágil, peça que após virar quadro do Fantástico seguia a trilha para substituir Os Normais nas noites de sexta-feira. Com cerca de vinte episódios, dirigido por João Falcão, criado por Luís Fernando Veríssimo e adaptado por Guel Arraes, teve apenas a primeira temporada lançada em DVD.
Estreou em novelas no horário das sete com A Lua me Disse de Miguel Falabella, protagonizando o galã Gustavo, ao lado da vilã interpretado pela atriz Natália Lage de realidade contrastante com os demais personagens por ele interpretados até aí. Emendou em seguida à novela a minissérie JK, em que fazia o personagem-título quando jovem.
Interpretou, ainda, o vilão da novela das oito, de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, Paraíso Tropical.

Wagner retomou a banda que tinha em 1992, Sua Mãe, em 2008, apresentando-se no programa da televisão a cabo Circo do Edgard e no Altas Horas, com a gravação do CD demo The Very Best of the Greatest Hits of Sua Mãe - demo vol. 1, uma página no MySpace, e alguns shows.
Em 2012, interpretou as canções da banda Legião Urbana, em um show tributo ao grupo transmitido ao vivo pela MTV.
Em 2013, afirmou à revista Rolling Stone que não faria mais novelas e se dedicaria ao cinema. Em 2014, voltou dizendo que não "descarta" fazer.

Contrastando com o filme Tropa de Elite, Wagner Moura interpretou um personagem homossexual no filme Praia do Futuro, em 2014..

Nenhum comentário: