ARQUIVO.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Bebê a Bordo.

A novela Bebê a Bordo estreou no dia 13 de junho de 1988, na Rede Globo.
Escrita por Carlos Lombardi com colaboração de Luís Carlos Fusco, contou com a direção de Roberto Talma, Antônio Rangel, Marcelo de Barreto e Paulo Trevisan e direção geral e de núcleo de Roberto Talma.
A trama chegou aos 209 capítulos e contou com a atuação de Tony Ramos, Isabela Garcia, Maria Zilda, Ary Fontoura, José de Abreu, Débora Duarte, Armando Bógus, Nicette Bruno, Patrícia Travassos, Guilherme Fontes, Guilherme Leme, Tarcísio Filho e Deborah Evelyn, entre outros.

Heleninha nasceu dentro do carro de Tonico Ladeira, quando a quase mamãe Ana pega uma estratégica carona para fugir da polícia. Estava selada a união de Ana e Tonico. De motorista a parteiro, Tonico fica irremediavelmente ligado a Heleninha, ainda mais que Ana desaparece após o parto.
Ela repetiu a história de sua mãe, Laura, que a abandonou no seu nascimento. Mas Laura está disposta a conseguir para si a guarda da sua neta. Novamente o destino dá uma ajudinha, pois mais tarde Ana decide deixar o neném na porta da casa de Laura, sem saber quem é ela. Enquanto isso, vários personagens masculinos disputam a paternidade da criança, pois Ana não faz a mínima ideia de quem é o pai de Heleninha. Entre eles: Tonico Ladeira, Zezinho, Antonio Antonucci e os irmãos Tonhão, Rei e Rico.

No outro lado da história, está a solteirona Ângela, que sonha com um homem que não conhece e se assusta quando descobre que ele existe. Ângela é uma mulher reprimida que dedicou sua vida a cuidar dos irmãos, Zetó e Caco. Eficiente secretária, trabalha com Tonico e se apaixona pelo locutor de rádio, Tonhão, com quem tem sonhos sensuais.

Nenhum comentário: