ARQUIVO.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Por que se importar com os Youtubers e Big Brothers?

Youtuber virou profissão e algumas pessoas conseguem ganhar muito dinheiro, enquanto que outras apenas se expõe. E a vida de Youtuber não é nada fácil, eu que o diga, pois tenho o meu canal LOTV e sei bem como é estar a mercê da aprovação, ou não, dos internautas que muitas vezes não tem filtros para tecer comentários.
Não sei se dá para comparar a reação dos fãs do youtube com os telespectadores do Big Brother, e nem se é justo, mas o fato é que quem não acompanha nem um, nem outro, reage com um certo preconceito, já que ambos em algumas ocasiões extrapolam o bom senso e se expõe demais em troca de visibilidade.

No entanto, nesses últimos dias eu me deparei com uma brincadeira do Facebook, que ainda não participei, em que consiste descrever 9 verdades e 1 mentira, e confesso que fiquei chocado com algumas listas.
Youtubers, Big Brothers?
Esses profissionais e jogadores ficam no chinelo diante das confissões relatadas na rede social, gratuitamente. Sério. Eu li coisas e pensei: Caracas, eu sou amigo dessa pessoa, que medo!
Não estou julgando, não me importo com suas atitudes, desde que não agridam a terceiros e que não estejam acima da ética, ou que não me façam me sentir um cúmplice por ser amigo, saber de certas coisas e não fazer nada a respeito.

Estamos nus, virados ao avesso, e cheios de pedras nas mãos.
Mais do que nunca, como diz o Faustão, é hora de rever os conceitos e relembrar o que significa hipocrisia.

Nenhum comentário: