ARQUIVO.

segunda-feira, 20 de março de 2017

O prazer do descurtir.

Já percebeu que o descurtir do Youtube geralmente não tem critério?
Os conteúdos publicados nessa que é a maior rede de compartilhamento de vídeos são acompanhados de dois sinais para expressar a reação dos internautas, um sinal de positivo (curtir) e outro sinal de negativo (descurtir).
Outro dia me peguei a pensar qual era o sentido do descurtir em vídeos que tecem elogios sobre um artista, por exemplo. Vamos para a minha análise:
1 - Sou fã daquele artista, o vídeo teceu elogios e trouxe informações que enriqueceram meu conhecimento a respeito da pessoa. Merece meu curtir.
2 - Não sou fã do artista, mas também não tenho nada contra. Tenho uma posição neutra em relação a essa pessoa. Não preciso curtir e tão pouco descurtir.
3 - Não sou fã do artista. Nesse caso eu nem deveria abrir o vídeo, já que nada daquela pessoa me agrada, mas se eu abri por curiosidade segue a regra do tópico anterior.

Fiz um vídeo falando sobre certas atitudes nada louváveis do passado das apresentadoras, Xuxa, Mara e Angélica. Entendo que muitos fãs de uma ou de outra não tenham gostado de ouvir determinados comentários e tenham descurtido o vídeo, ainda que eu não tenha feito julgamento algum, pois apenas falei do que sei que elas fizeram. É compreensível, pois o descurtir nesse caso soa como uma forma de defesa calada. Mas quando é só elogio, qual o sentido do descurtir?
O internauta não concorda com o youtuber?
Não acha que o artista é merecedor?
Qual é o critério para descordar?

Penso que seja algo tipo buzina, se ela existe é porque deve ser usada, mesmo quando não se faça necessário.

Nenhum comentário: